Quem sou eu

Minha foto
Professora graduada no Curso Normal Superior pela Universidade de Uberaba-MG,pós-graduada em Coordenação Pedagógica-UFOP-MG, atuando na área de Ensino Fundamental e Médio.

sexta-feira, 20 de outubro de 2017

HALLOWEEN

Imagem relacionada



FONTE:http://www.cantinhoalternativo.com.br

FONTE:http://casawebeducador.webnode.com.br

FONTE:www.slideshare.net/SCPRodrigues/fichas-de-matemtica-brincar-ao-halloween



FONTE:http://print.krokotak.com

FONTE:http://professoradiene.blogspot.com.br


FONTE:http://www.worksheeto.com/postpic/2013/09/cutting-jack-o-lanterns_604029.jpg

FONTE:http://sosprofessor-atividades.blogspot.com.br


terça-feira, 22 de agosto de 2017

FOLCLORE
Imagem relacionada
http://cultura.culturamix.com/curiosidades/figuras-do-folclore-lendas-e-personagens


parodia asa branca folclore letra - Pesquisa Google

mermaid, sea, paper toys










A ÁRVORE QUE DAVA DINHEIRO

Imagem relacionada

A árvore que dava dinheiro, lançado pela Moderna em 1981, tornou-se um clássico da literatura jovem. Numa história de muito humor e ação, temos valores, informação econômica, educação financeira e lições de vida. Dinheiro traz felicidade? É possível felicidade sem dinheiro? Leia A árvore que dava dinheiro! 


Resumo : 

Havia uma cidade chamada Felicidade, onde morava um velho mão fechada, tanto que usava um pé de chinelo esquerdo e o sapato direito só para economizar a sola que causou problemas de coluna, quando em um dia o velho caiu em seu quintal, ficou horas deitado que fez com que ele percebe-se como o tempo muda e as formas das nuvens. Sua Empregada o ver no quintal e o leva para o quarto e chamam o médico, que lhe deu o diagnostico que precisava de tratamento, más o velho não iria pagar e não havia mais jeito o Velho iria morrer, más como o velho era rico e dono da maioria das casas alugadas na cidade no Testamento estava escrito de acordo de que as pessoas que moravam na casa alugada se torna-se próprias, assim a cidade entrou em festa, antes do velho morrer pedi para o carteiro fosse até praça plantar 3 sementes e assim foi feito. Só uma das sementes sobreviveram que deu origem a uma grande arvore e depois de pouco tempo, começou a dar origem a dinheiro e em poucas horas a cidade toda já sabia e queria cada muda em seu quintal, Felicidade estava a loucuras, um em cima do outro querendo uma parte da árvore, a cidade encheu de turistas e os comerciantes começou a vender muito, e Chegou equipe de reportagem na cidade e a cidade encheu de gente, mas logo depois descobriram que o dinheiro só era concreto dentro do território da cidade depois da ponte o dinheiro deixava de ser papel pra virar farelo, e mesmo assim com a ganancia do seu povo o Árvore que dava Dinheiro, simplesmente parou de gerar dinheiro e assim a Cidade voltou ao normal. 

FONTE:http://literaturgiadominada.blogspot.com.br/2013/03/a-arvore-que-dava-dinheiro-obra-de.html

CONFECCIONE SUA ÁRVORE COM OS MOLDES ABAIXO.


Resultado de imagem para cédulas e moedas para imprimir

Análise Literária – “A árvore que dava dinheiro” 

A- DADOS DO LIVRO
 1. Autor: ______________________________________ 
 2. Editora: _____________________________________ 

B- VOCABULÁRIO Explique o que significam as expressões: 
a) “o assoalho rangia e ribombava com o tropel” (p. 10): 
b) “uma dúzia de felicidades” (p. 86): 

 C- PERSONAGENS Enumere cada personagem a seu papel na história: 
(01) cartorário ( ) quem achou a primeira nota de dinheiro vinda da árvore 
(02) viúva do fundador da cidade ( ) quem plantou as sementes, conforme o testamento do velho
(03) preta velha ( ) personagem que tinha muito gosto por pescaria
(04) menino ( ) pessoa de quem o velho comprou o sobrado
(05) açougueiro ( ) pessoa que herdou o casarão

 D – ENREDO
 1. Complete as frases abaixo com a informação que se pede:
a) Nome da cidade onde se passa a história: _____________________________________ 
b) Local da cidade onde nasceu a primeira árvore que dava dinheiro: ________________________
 c) Número de sementes que foram plantadas: ____________________________________ 

2. Responda de acordo com a história lida.
 a) Cite alguns comportamentos do velho do sobrado que acabaram deixando-o rico. __________________________________________________________________________________________________________________________________________________________b) Na cidade de Felicidade, como era chamado um comerciante “pão-duro”? 
( ) “mão-de-vaca” ( ) “munheca” ( ) “chiclete-duro”

c) O que acontecia com o dinheiro das árvores após passar na ponte?
 E quem foram os primeiros a descobrir este fato? _____________________________________________________________________________

 E – OPINIÃO CRÍTICA DA OBRA
 a) O ser humano é movido não apenas por sentimentos nobres, quando o dinheiro se torna farto, desperta a cobiça, a ganância, a inveja e o individualismo. 
Será que vale a pena? Justifique. _____________________________________________________________________________ 

b) O livro estimula a reflexão sobre a relação do homem com essa sua invenção tão genial quanto perigosa: o dinheiro. Como você agiria se fosse um dos personagens? _____________________________________________________________________________

FONTE:https://pt.slideshare.net/Alessandra_foz/questes-sobre-o-livro-a-arvore-que-dava-dinheiro

quinta-feira, 20 de julho de 2017

DIA DOS PAIS

SUGESTÕES DE LEMBRANÇAS E ATIVIDADES


FONTE:https://br.pinterest.com/petilola


embalagens de caixa de biscoito - Pesquisa Google

Caixa Paizao Dia dos Pais - Branco Menina 1-2
Caixa Paizao Dia dos Pais - Branco Menina 2-2

FONTE:www.google.com.br/search?q=dia+dos+pais+pinterest


FONTE:http://caminhandocomludico.blogspot.com.br/2010/08/pesente-para-o-papai.html

Atividade - Boletim do Papai Para Imprimir - Blog Cantinho Alternativo


FONTE:http://www.cantinhoalternativo.com.br




PAI DE TODO JEITO

Imagem relacionada
1- Leia o texto:


Tem pai de todo jeito
Lá isso todo mundo sabe que tem
Tem pai todo apressado
Que não sabe fazer nem um carinho.

Tem pai que gosta de dar beijinho
Tem pai zangado, briguento, que grita
_ Não faça isso, menino, menina!
Fica todo vermelho, dá até medo.

Tem pai que bate nos filhos
Pai que bota até de castigo
Tem pai que carrega no colo e nina
Conta história e canta cantigas

Mas igual ao meu pai não tem
Ele é pai mais-que-perfeito
É pai bem forte, sabido.
Espanta cachorro, fantasma e bandido.

Meu pai sabe tudo o que esta nos livros
Nos mapas, nas estradas, nos vídeos
Sabe falar muitas línguas esquisitas
Sabe cantar, dar risada, brincar

É pai que sabe dar abraço gostoso
Sabe botar na cama na hora do sono
Sabe tomar conta da nossa casa
Pra todo mundo dormir tranquilo

Por isso, no Dia dos Pais, eu digo
Com a mão no meu coração
Não existe no mundo pai melhor

♥ Do que o meu, meu paizão! ♥

FONTE:http://www.paralerepensar.com.br

GRAMÁTICA - ADJETIVO

2- O poema apresenta alguns tipos de pais. Escreva 3 palavras que caracterizam alguns tipos de pais.

3- Responda:
a) Em que estado fica o pai que grita?
b) Como é o abraço do pai que faz carinho?

4- Leia:
"As palavras que expressam características, qualidades e estados dos seres são adjetivos."

5- Complete o texto, substituindo os desenhos por adjetivos que expressem os antônimos das palavras destacadas:

O frio pode ser ..............................?

As coisas têm muitos jeitos de ser,
depende do jeito que a gente vê.
O comprido pode ser ................... 
e o pouco pode ser muito.
O manso pode ser ......................
 e o escuro pode ser ..................
O fino pode ser redondo
 e o doce pode ser ........................
O quente pode ser .......................
e o que parece um mar também 
pode ser um rio. 
Mansur, Jandira. O frio pode ser quente? São paulo, Ática,1985.

6- Como você continuaria esse poema? Crie dois versos, seguindo a mesma ideia da poetisa. Em seguida sublinhe os adjetivos.
7- Escreva cinco adjetivos diferentes para cada pessoa abaixo:
a) seu pai ou responsável;
b)seu professor;
c)seu melhor amigo.: 
Santo, Rosane Nicola. Para Crescer na Escola: Português, 3ª série-Curitiba, Arco-iris casa publicadora, 1998.








terça-feira, 18 de julho de 2017


UM OUTRO JEITO DE VOAR

Resultado de imagem para resumo do livro um outro jeito de voar

Histórias de Asa Curta, um passarinho já velho que não sabia voar. Sabia muita coisa: nadava, lia, dançava, dava cambalhotas, era um artista – mas voar não sabia. E se sentia infeliz por isso: tinha vergonha do seu problema e, para não vê-lo exposto, tinha poucos amigos, não havia se casado e era cada vez mais triste. Queria viajar, ir aos lugares, usar as asas e os olhos para conhecer o mundo e as pessoas. Até que um dia, a codorna o procurou – porque ele era muito instruído – para esclarecer uma série de dúvidas. E, respondendo às inúmeras perguntas da codorna, Asa Curta descobriu que, mesmo sem voar, sabia mais coisas do que os que viajavam, pois usava a inteligência e a memória para conhecer o mundo e as pessoas.


Assunto/tema: a inteligência e a memória como formas de adquirir conhecimentos.


Temas secundários: as várias formas de conhecer o mundo e as pessoas; a (auto)discriminação dos que não se enquadram nos padrões determinados pela sociedade.

FONTE:http://www.editorasaraiva.com.br/produto/infantil-e-juvenil/literatura-infantil/um-outro-jeito-de-voar/



ATIVIDADES DE INTERPRETAÇÃO- RECONHECER INFORMAÇÕES NO TEXTO, SIGNIFICADO DE PALAVRAS E EXPRESSÕES- 6° ANO

ASA CURTA
  Asa Curta era um passarinho já muito velho, mas que ainda não sabia voar. Ele tinha aprendido, em seus oito anos de vida, muita coisa que passarinho nenhum desse mundo nunca haveria de saber.
 Quem já viu passarinho nadar? – e esse nadava; quem já viu passarinho ler um livro? – e esse lia; quem já viu passarinho dançar? – e esse dançava tudo que é dança que gente sabe dançar: samba que nem o brasileiro, tango que nem o argentino, polca como os russos, valsa como os austríacos, baião e xaxado que nem os nordestinos, rock, tuíste, iê-iê-iê e essas danças todas que os americanos já inventaram. Até mesmo algumas que ninguém nunca dançou, que ele mesmo tinha inventado e até batizado: o saracoteio, o vira-e-mexe, o passodo-passarinho, a dança-do-bico-pro-ar...
  E havia ainda muita coisa mais que o Asa Curta fazia, diferente de tudo quanto os outros passarinhos sabiam fazer. Ele era mesmo um artista, desses de ganhar prêmio em programa de televisão: dava cambalhota como gente de circo, levantava galho de árvore com uma pata só, imitava voz de homem e voz de mulher, assoviava comendo alpiste...
Mas de que adiantava fazer tudo isso – e muito mais, que ele só não fazia porque senão os outros iam pensar que ele era um passarinho louco – , de que adiantava tudo isso, se ele não sabia fazer o que o mais novo e o mais analfabeto passarinho de qualquer floresta ou de qualquer cidade era capaz de fazer? De que adiantava ser o passarinho mais famoso que já houve na terra dos passarinhos, se ele não sabia voar?
  – Não adianta nada! – queixava-se o velho Asa Curta, em conversas com Andorinha Veloz, sua maior amiga e a única criatura que conhecia esse seu segredo de não saber voar. – Mas você é o passarinho mais perfeito que todo o mundo já viu, Asa Curta! Sabe fazer casa como o João de Barro, canta que nem um Curió. E, depois, é artista de dar inveja a toda a gente.
  É, a Andorinha Veloz tinha razão: ele podia fazer tudo isso, mas não se sentia nem um pouco feliz porque não era capaz de voar. E por isso ele tinha poucos amigos: como ia ter coragem de dizer para eles que não sabia voar? Por isso ele nunca tinha pensado em se casar: depois, como ia fazer para ensinar seus filhotes a voar, e para arranjar comida pra eles e pra sua mulher? (...)
 Mas tristeza mesmo ele tinha era quando seus amigos chegavam de viagem. Um dia era o Pardal Ambulante, que tinha visitado a Argentina e corria logo pra contar ao Asa Curta:
 – Mas é impressionante, companheiro, como que o povo lá dança tango igualzinho você sabe dançar.
  No outro dia, era o Pica-Pau Leva-e-Traz, que tinha ido até a Rússia vender pau-brasil e comprar madeira russa para os pica-paus brasileiros.
 – Nossa, Asa Curta, eu vi o pessoal dançando na rua uns troços do mesmo jeito que você dança aqui.
 Era a polca, que Asa Curta tinha aprendido a dançar lendo uns livros russos. Ele morria de vontade de ver como é que cada povo dançava a sua dança, mas não podia chegar a lugar nenhum só andando. E então, quando os outros passarinhos lhe perguntavam por que ele não viajava também, Asa Curta saía sempre com desculpas:

QUESTÃO 01.  
Após leitura atenta do texto, é CORRETO afirmar que Asa Curta
A (  ) vive um dilema muito grande por ser diferente, mas não deixa de fazer absolutamente nada do que os outros pássaros fazem.
B (  ) acostumou-se com sua diferença, não vendo mais necessidade de ser igual ou parecido com os outros pássaros.
C (  ) dedica-se a levar uma vida plena de realizações, embora deseje, também, realizar os feitos que sua diferença o impedem de fazer.
D (  ) acostumou-se a ser diferente e, mesmo não podendo fazer tudo, sente-se realizado e feliz.
E (  ) vive um dilema grande, uma vez que sua diferença o isolou do convívio com os demais pássaros.

QUESTÃO 02.
Observe o trecho: “ – Mas você é o passarinho mais perfeito que todo o mundo já viu, Asa Curta! Sabe fazer casa como o João de Barro, canta que nem um Curió.” A palavra em destaque, de acordo com os padrões normativos da gramática, deveria ser grafada com letra minúscula e hífen. No entanto, ao escrevê-la utilizando letra maiúscula, infere-se que o objetivo do autor do texto é
A (  ) destacar uma ideia caracterizadora do ser.
B (  ) generalizar o ser, colocando-o como um ser que possui vivência singular e autônoma.
C (  ) particularizar o ser, ou seja, um nome comum passa a ser individualizado. D (  ) particularizar o ser, mostrando-o sob um aspecto comum.
E (  ) reforçar o aspecto genérico do ser, já que o vocábulo, na forma em que foi escrito, estende seu significado aos demais seres da espécie.

QUESTÃO 03.
Quanto à conduta de Asa Curta, conclui-se que ele é um pássaro
A (  ) vivaz, sem conflitos e que não se importa com a opinião alheia.
B (  ) autêntico, feliz e plenamente realizado.
C (  ) confiante, alegre e, apesar de suas limitações, satisfeito com a vida.
D (  ) ativo, inteligente e preocupado com a opinião dos outros em relação a suas atitudes.
E (  ) criativo, autêntico e acomodado em sua realidade.

QUESTÃO 04.
A palavra “queixava-se” não poderia ser substituída, no contexto, por
A (  ) orgulhava-se.
B (  ) lamentava-se.
C (  ) desgostava-se.
D (  ) lastimava-se.
E (  ) lamuriava-se.

QUESTÃO 05.
A única opção em que a troca do vocábulo destacado pela palavra que está entre parênteses altera completamente o sentido dos trechos é
A (  ) “...imitava voz de homem e de mulher...” (reproduzia).
B (  ) “... os outros iam pensar que ele era um passarinho louco...” (imaginar).
C (  ) “...ele já estava cansado desse conhecimento só de livros.” (enjoado).
D (  ) “Ou, então, era obrigado a dizer uma mentira qualquer” (forçado)
E (  ) “... como ia ter coragem de dizer para eles que não sabia voar?” (porque).

QUESTÃO 06
Com base na leitura do texto, a proposição INCORRETA é que
A (  ) “mas” introduz uma ideia de oposição.
B (  ) o termo “tudo isso” se refere ao fato de Asa Curta poder voar.
C (  ) a palavra “quando” expressa a mesma circunstância da expressão “um dia”.
D (  ) a palavra “se” estabelece, no contexto, uma idéia de condição.
E (  ) o vocábulo “amiga” refere-se a Andorinha Veloz.

Gabarito


1C/ 2C/ 3D/ 4A/ 5E/ 6B

FONTE:http://popportugues.blogspot.com.br/2015/12/atividades-de-interpretacao-reconhecer_8.html


sábado, 1 de julho de 2017

AVALIAÇÃO JUNINA

AVALIAÇÃO INTERDISCIPLINAR  3º ANO FUNDAMENTAL

Imagem relacionada
FONTE:http://meustrabalhospedagogicos1.blogspot.com.br/2015/02/atividades-avaliativas.html

JULHO CHEGOU!!!!

Resultado de imagem para calendário de julho de 2017
FONTE:http://roseartseducar.blogspot.com.br/2017/01/calendario-de-corujinhas-2017.html

Imagem relacionada
FONTE:http://professoraivaniferreira.blogspot.com.br/2017/01/calendario-2017-para-imprimir-e-colorir.html

J
U
L
H
O
DOM SEG TER QUA QUI SEX SÁB
FONTE:www.slideshare.net/helenamachado758/calendrio-2017-sem-nmeros



FONTE:http://www.espacoeducar.net/2012/07/capas-para-prova-prontas-tema-festa.html








FONTE: http://misturadealegria.blogspot.com.br/2013/05/avaliacao-de-portugues-festa-junina.html


Resultado de imagem para avaliações sobre festas juninas
FONTE:br.pinterest.com/pin/346284658838474850/





FONTE:http://www.espacoprofessor.com/2013/07/atividade-de-matematica.html